sábado, 20 de fevereiro de 2010

UMA ALDEIA CHINESA - TEXTO DISCIPLINADOR

Uma aldeia chinesa

Há muitos anos atrás, um rei chinês pediu abrigo em uma aldeia, mas os habitantes se recusaram a abrigá-lo.
Com muita raiva no coração, o rei mandou que seu primeiro ministro dizimasse aquela aldeia da forma mais impiedosa possível, e que esta servisse de exemplo a todas as aldeias de seu reino.
Assim foi feito.
Exatamente um ano após, na repetição do evento que levou o rei para aquele recanto do país, ele se deparou com o que fora a aldeia mais promissora de seu reino. Era uma desolação total, as casas eram ruínas, os habitantes que sobraram estavam pobres, esfomeados, doentes.
Não havia plantação, não havia nada de útil. A ordem que ele mesmo dera há um ano atrás foi cumprida de forma total e impiedosa, como jamais se havia visto antes!
Pasmo, o rei mandou chamar seu primeiro ministro e perguntou-lhe qual método tão eficaz de destruição que fora empregado naquele caso, já que não houvera nenhum movimento bélico.
Recebera por resposta:
"Meu Rei, fiz apenas uma proclamação oficial na qual disse que era desejo do rei que todas as leis fossem abolidas, e que todos estariam autorizados por mandato real a fazer exatamente tudo o que desejassem”.
Desta forma a aldeia foi dizimada sem o derramamento de uma gota de sangue sequer!



Fazer comparativo com os alunos e a turma caso eles fizessem o que queriam e não respeitassem os professores, as disciplinas, os horários e as normas da escola.

2 comentários: